segunda-feira, 5 de junho de 2006

Outro domingo, outro insólito

Mudado a pedido do visado para um blogue mais apropriado. Não é dificil descobrir qual é...

8 comentários:

Vasco disse...

Desde já me insurjo contra tão vil assédio da esfera privada da pessoa humana, onde certamente há lugar (tem de haver!) para a solitária dejecção na paz do Público de Domingo.

É que não há direito...

antónis disse...

num domingo é um bêbedo velho e sem casa, no outro a seguir é um cagão de porta aberta. isto anda bonito, anda... pensando bem, esta foto podia ter sido tirada numa qualquer tarde no Lebre, onde é useiro e vezeiro o arreio de calhau às claras. p'rá proxima tentamos uma menina...

antónis disse...

um detalhe: reparem na pose do visado, uma mão a esconder as pendurezas (gosto tanto de dizer esta palavra...), a outra a segurar a maxila com o indicador e o polegar, em pose reflectiva. Digamos que é a versão pobre do "pensador" de Rodin. estaria a meditar, este infeliz cagão? e no quê? ou apenas a merditar? dissertemos sobre isto...

Foka_bock disse...

Olha que bonito!

sornas disse...

Começo a compreender porque é que o "Antoninho" não sai de casa ao Domingo!!!

Tripeirossos disse...

Bonita imagem antes de ir almoçar, o meu obrigado!

Luijinho disse...

Um cagão mto bem apanhado!:)

claricinha disse...

Que horror! São imagens completamente dispensáveis.
Isto é uma exploração sensacionalista do acto privado que é expulsar as toxinas!