terça-feira, 18 de julho de 2006

fruta (aviso/convite) da época...

Queridos amigos/as, companheiros de duelos de copo e garrafa,

Súcia de bebedolas alarves e sem juízo, cuja única (e melhor…) forma de passar as suas “soirées” é a despejar garrafas de cerveja como se não houvesse amanhã, ao som de dislates do mais infame “ non sense”, cujo único intuito é a risota desbragada e fácil, típica dos espíritos turvos e etilizados.

Fumadores empedernidos de opiáceos e concomitantes,

Putas e poetas, artistas e vagabundos, gentes no fundo de desemprego, ou estudantes mais falsos que o beijo de Judas (sim Gustavo, também tu, meu filho, podes e deves vir…)

Enfim, em suma, gentio que para mal dos meus pecados partilha comigo as afamadas sessões de boémia pagã no # 3 da R. da Misericórdia

Serve a presente para informar à saciedade que hoje à noite, pelas 0.00 horas, este mui nobre e pouco dotado escriba cumpre mais um aniversário, cujo quantitativo assume contornos quase pornográficos, pelo que só revelarei quando a cerveja que ingerir for suficiente para encher a cara e tomar o lugar da vergonha.
E quem não trocaria vergonha por cerveja, ainda que numa carinha laroca como esta…

Bom, o resto já vocês sabem: a meia-noite ao invés duma abóbora com rodas de carroça para levar a cinderela, vem uma grade mista para puxar pela nossa carroça, e a cinderela que se aguente, ou vem connosco, ou vai à pata, com ou sem sapatinho de vidro, caguei bem para isso.

Conto com a presença de todos vós, com todo o gosto, bimbo ou não – ai que bom que é, fazer de espertalhaço a meter piadolas fáceis nestes convites ridículos que vocês tanto apreciam....
Como os que me conhecem sabem, não adio aniversários para o fim-de-semana seguinte por conveniência, festejo no próprio dia, seja ele qual for.
E como gosto das boas tradições, mantenho esta com mais de 15 anos – aniversário é no Lebre.
Pena é que este ano, pela 1ª vez, não tenha o prazer de contar com o Quim, pelo menos fisicamente.

O resto, também vocês sabem – este ano tenho a variante de contar com dois amigos ao jantar (em minha casa, claro) – mas o mais tardar por volta das 22 horas já devo estar por lá.

Até logo, e fiquem sabendo que vou para a praia, ver se apanho uma corzinha para disfarçar os sulcos…
Apareçam, e tragam vontade de beber uns copos e rir muito.
É a única prenda que vos peço.



5 comentários:

PixaComXis Produxões disse...

lá irei fazer um esforço para beber uma cervejola ou outra.
até lebre

Vasco disse...

Idem. Terei todo o prazer em espiralar até ao fundo do poço, as usual, com a nossa amiga Tonicha.

Quem sabe se não nos correrá na veia umas essências de poesia d'improviso, compassadas no sintético ritmo ABAB, se bem que eu também aprecio o ABBA (a métrica não o grupo sueco).

Terei no entanto de iniciar a dura caminhada na capital do império, num outro festim, findo o qual trarei a estável metamorfose no meu carro (daí o ambulante).

Aí sim poderemos soltar as amarras da existência regrada e apenas boiar na sopa do ócio inconsequente, ad nauseum.

sassetti disse...

Não vou poder estar presente ,mas desejo umas boas entradas.Parabéns,feliz Aniversário e tudo mais...fica para amanhã.Beijocas

claricinha disse...

Também não poderei comparecer... Parabens na mesma tonixa, és mais mulher que muitas! Apesar de não gostares das minhas festinhas e dos meus carinhos eu gosto muito de você sua lambisgóia, sua devassa, sua maria vai cas outras, oferecida, sua vaaaaaaccaaaaa! (adoro as nossas trocas de insultos) :)

Foka_bock disse...

Belo convite... como sempre, aliás!