sexta-feira, 5 de setembro de 2008

E como o prometido é devido (ou de vidro, certo Sr. Vasquinho???)...

Eis o suado autógrafo sacado ao artista, como de costume no reino do improviso: desta feita foi nas costas dum talão MB, com um formato algo "amarfanhado", justificado pela permanência na carteira até ao presente.
Dado este "upgrade" tecnológico, estou a considerar uma busca nos meus autógrafos e eternizar uns quantos aqui no éter - alguns são verdadeira pérolas, como um da Romana, sobrinha da Ágata, que na altura dava voz (e corpo...) no "coiro" da banda da tia, e no bar "Big Waves" me fez um autógrafo com um verso que o Pessoa não desdenharia: "para o Tony, com beijoooooocas (sic) da Romany", rodeado duns sempre bem vindos corações...

2 comentários:

Vasco Figueira disse...

Pela finesse, diria que mais de vidro, é de cristal.

marta fonseca disse...

cristal da pomerania!!!! ñ fosse ele a lulu... Lulu da pomerania!!! falando de finesse...