segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Esta estava guardada, à espera do momento certo

E quem gostava mais do carnaval que o grande Quim? Ora cá vai esta, que estava em stand by para vir para o éter.

A foto da imagem é uma das que está nos "placards", refere-se ao Carnaval do ano de 2001.








Reconhecem-se, da esquerda para a direita, eu próprio (cabeleira ruiva, apito amarelo, e bigode manhoso são imagens de marca), ladeado pelo João Almeida (a quem agradeço a foto), o Mestre, e um amigo do João, chamado Celso, que antes era um "habitué" na tasca.

Também consta um emplastro, que não sei é quem é. Uma jola a quem adivinhar...


Esta foto traz-me uma especial nostalgia, e uma enorme saudade do meu amigo Quim.
Se havia época que este malandro adorava, era o Carnaval, e era visível a felicidade estampada na cara, naquelas 3 noites. Houve um Carnaval que lhe dei um soutien, coisa que ele nunca tinha vestido, e que proporcionou grandes risadas entre nós. E usou-o...

As noites que antecediam a 6ª de Carnaval, passadas a enfeitar a tasca de balões, fitas, máscaras, e a desencantar cassetes de Carnaval (a era da vulgarização dos CD-R e dos peer to peer ainda estava para vir) eram memoráveis. Cheguei a fazer tudo com ele, sem mais ajudas. Dava trabalho, e um gozo equivalentes. Mas valia a pena. E muito.

Enquanto as pernas não o atraiçoaram, o Quim era menino p'ra dançar toda a noite. Tivesse par, e era sempre a varrer até às 2, a acompanhar malta com menos 50 ou 60 anos que ele. A genica era inata e lendária, como se lembrarão todos os que com ele conviveram.

Preocupa-me a progressiva entrega da tasca à xungaria e à brazucada, coisa que no tempo do Quim não aparecia, senão eram mal recebidos.

Esperemos que neste Carnaval a coisa não piore...

5 comentários:

Foka_bock disse...

olha que belo texto que se excretou da tua alma. Subscrevo onde posso subscrever.

Foka_bock disse...

que pena não ter som (por agora) no meu computador! Belos posts os anteriores!

HR disse...

Subscrevo igualmente. O Quim faz muita falta, embora continue bem vivo e seja uma inspitação e exemplo para todos nós.

PixaComXis Produxões disse...

aspas aspas

Claricinha disse...

Concordo inteiramente, meu caro. O Quim não ia gostar nada de ver O Lebre "entregue à bicharada"(passo a expressão)! Também tenho saudades do nosso Quim e da sua "pica" carnavalesca...